Vídeo mostra como seria viajar no trem que anda a 1.200 km/h - Dicas Curiosas BR

Post Top Ad

quarta-feira, 9 de novembro de 2016

Vídeo mostra como seria viajar no trem que anda a 1.200 km/h

Em agosto, a Hyperloop One - empresa que pretende criar uma rede de trens que levitam e viajam a 1200 km/h - assinou um contrato para começar a realizar estudos de viabilidade em Dubai. Ontem, a empresa divulgou um vídeo mostrando como seria fazer o trajeito de Dubai a Abu Dhabi utilizando esse meio de transporte.

A viagem de 159 quilômetros entre as duas cidades, que levaria cerca de duas horas para ser realizada de carro, poderia ser feita em aproximadamente 12 minutos usando o Hyperloop, de acordo com a empresa. O vídeo mostrando como seria o meio de transporte futurístico pode ser visto abaixo:


Como o vídeo mostra, seria possível reservar uma passagem no transporte usando o smartphone. O passageiro então seguiria até uma estação de Hyperloop, onde entraria em uma pequena caixinha com rodas. Essa caixinha, autônoma, se juntaria a outras, contendo mais passageiros ou cargas, em um tubo, formando o trem propriamente. O trem então seguiria por um trilho de levitação magnética dentro de um tubo a vácuo em alta velocidade até a estação de destino. 

Lá chegando, as caixinhas sairiam do tubo e se separariam novamente, levando cada conjunto de passageiros até seu destino. No vídeo, elas podem ser vistas navegando pelo trânsito comum da cidade sem a necessidade de qualquer controle do passageiro.

Custo

No entanto, esse meio de transporte do futuro não seria nada barato. De acordo com documentos vazados da empresa obtidos pela Forbes, o trecho entre Dubai e Abu Dhabi, de 159 quilômetros, teria um custo total de US$ 4,8 bilhões, ou US$ 30,188 milhões por quilômetro.

Quando Elon Musk idealizou o Hyperloop pela primeira vez, ele estimou o custo viável do projeto em aproximadamente US$ 7,187 milhões por quilômetro. O fato de que os custos da Hyperloop One estão muito acima da estimativa inicial de Musk indica que a empresa precisará receber um investimento pesado para levar a cabo seu projeto. Pode indicar, também, que as passagens de Hyperloop não serão nem um pouco acessíveis.

Fora os Emirados Árabes, outras regiões também estão realizando estudos de viabilidade junto à Hyperloop One para implementar trens semelhantes em seus territórios. A Coreia do Sul, por exemplo, já demonstrou interesse, e o governo russo também estuda construir um Hyperloop transiberiano que ligaria a China à Europa. A empresa pretende ter uma rede de transportes pronta até 2021.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad